Dicas da Ilha Esmeralda dadas por um grupo de mulheres queridas

Como ser um bom hóspede

Como ser um bom hóspede

Este é o primeiro post colaborativo do blog, ou seja, foi criado com muito carinho a partir das dicas dadas pela mulherada do EWD.

Quer saber o que fazer para ser considerado um bom hóspede? Seguem algumas dicas:

  1. Não se convidar para ficar na casa do amigo/conhecido só porque ele mora fora do Brasil;
  2. Não tomar banhos demorados e terminar a água quente da casa (É comum haver boilers/aquecedores nas casas irlandesas para esquentar a água e eles normalmente funcionam durante a madrugada. Se a água quente acabar durante o dia, vai demorar algum tempo para esquentar novamente e a energia não é barata por aqui…)
  3. Não falar alto ao conversar no telefone com a família por Skype, principalmente se for de madrugada;
  4. Não bater as portas da casa, principalmente se alguém já estiver dormindo;
  5. Guardar com cuidado as chaves da casa do anfitrião;
  6. Anotar o endereço da casa, os telefones e mais outras informações necessárias dos anfitriões caso haja alguma emergência;
  7. Se for possível, comprar chip com internet ou então entrar em estabelecimentos com wi-fi para dar notícias com certa frequência aos anfitriões;
  8. Limpar/arrumar o que sujar/bagunçar e sempre que possível se oferecer para ajudar (algo que o bom anfitrião vai aceitar apenas em último caso). Isso inclui deixar o quarto em que se hospedou do mesmo jeito que encontrou;
  9. Cozinhar ou oferecer ajuda no preparo das refeições caso as refeições sejam feitas na casa do anfitrião;
  10. Se esforçar para ser independente, já que o anfitrião não está de férias;
  11. Se informar a respeito da rotina dos anfitriões para não atrapalhá-los e sempre informá-los dos seus planos;
  12. Se adaptar aos costumes da casa (Exemplo: deixar casacos e sapatos no hall, apagar as luzes ao sair dos cômodos, não ligar aquecedor fora do horário da casa sem permissão, etc);
  13. Colaborar pagando pelas refeições fora de casa ao invés de esperar que o anfitrião arque com todas as despesas. É de bom tom eventualmente pagar jantar/almoço fora e/ou alguma compra no supermercado;
  14. Fazer/trazer mimos para os anfitriões;
  15. Pagar o ingresso do anfitrião se este o acompanhar em alguma atração turística que já tenha ido outras vezes (cabe ao anfitrião aceitar ou não, mas é de bom tom estar preparado para esta gentileza);
  16. Oferecer para levar alguma encomenda (Exemplo: algum produto do país de onde está saindo e que não tenha no lugar onde o anfitrião mora)
  17. Não reclamar da casa do anfitrião em momento algum.

E aí, gostou? Tem mais dicas para compartilhar? Escreva pra gente nos comentários abaixo. 😉

Até a próxima!

Foto em detaque retirada do Google Imagens.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *